Facebook

Como cobrar de clientes inadimplentes sem gerar transtornos?

Realizar cobranças não é uma tarefa fácil, e muitas vezes a empresa acaba se indispondo com os clientes em momentos como esses. Por isso criamos as 5 dicas para livrar você de possíveis transtornos com clientes inadimplentes. Não deixe de ler!

Conforme divulgação feita pelo Serasa Experian, no Brasil, o número de consumidores inadimplentes chegou a 61,8 milhões em 2018.

Existem diversos motivos pelos quais as pessoas perdem o controle das contas, seja com gastos inesperados relacionados a saúde, perda de emprego e outros.
 
A questão é: o cliente atrasou o pagamento, você precisa cobrar, para lhe ajudar, vamos às 5 dicas para você realizar cobranças da melhor forma, confira:
 
#01 – Não tenha medo de cobrar


 
É importante levar em consideração alguns cuidados quando entrar em contato com o cliente. É preciso se atentar ao que diz o Código de Defesa ao Consumidor, com esse cuidado você não precisa ter medo.
 
O Código não se opõe a cobranças de dívidas, porém não permite que seja realizada de maneira abusiva, confira o que diz no código:
 
Art. 42. Na cobrança de débitos, o consumidor inadimplente não será exposto à ridículo, nem será submetido a qualquer tipo de constrangimento ou ameaça.
 
Parágrafo único – o consumidor cobrado em quantia indevida tem direito à repetição do indébito, por valor igual ao dobro do que pagou em excesso, acrescido de correção monetária e juros legais, salvo hipóteses de engano justificável.
 
E no artigo 71, garante punição para a conduta de exposição vexatória:
 
Art. 71. Utilizar, na cobrança de dívidas, de ameaça, coação, constrangimento físico ou moral, afirmações falsas incorretas ou enganosas ou de qualquer outro procedimento que exponha o consumidor, injustificadamente, a ridículo ou interfira com seu trabalho, descanso ou lazer:
 
Pena: Detenção de três meses a um ano e multa.
 
Ao contatar o cliente, seja atencioso, explique a importância da sua empresa receber o pagamento em dia, tente entender o motivo que levou a atrasar, se existe algum descontentamento com o produto ou o serviço.
 
#02 – Treine sua equipe
 

Treine os funcionários antes da conversa com os clientes, o contato de cobrança deve ser fundamentado a partir do Código de Defesa ao Consumidor (conforme citado na dica #01), pois existem leis específicas para a abordagem. É importante registrar e acompanhar essas cobranças, se possível inserir um meio de avaliação por parte do cliente com a empresa.
 
#03 – Opções de pagamento
 


Se mesmo com o contato o seu cliente não efetuou o pagamento é preciso oferecer outras possibilidades, neste momento você pode apresentar outras opções de negociação, por exemplo:
 
  • Conceder descontos para a quitação do valor total ou parcela em atraso;
  • Alterar datas de vencimento das parcelas;
  • Renegociar o saldo em mais parcelas com valor menores;
  • Negociar abatimento de juros.
 
#04 – Tenha um cadastro atualizado dos clientes
 


Ter este controle atualizado ajuda a evitar futuros problemas com clientes inadimplentes já que é possível verificar o histórico completo com detalhes de pagamentos, atrasos e acordos realizados.
 
#05 – Informe a atual situação do cliente
 


É importante que seu cliente tenha conhecimento da própria situação referente aos pagamentos efetuados ao seu negócio. Você pode utilizar meios como SMS ou e-mail para avisar que o vencimento está chegando, fazendo-o lembrar do pagamento ou utilizar este método para avisar os pagamentos em atrasos.
 
FACILITE O PROCESSO FINANCEIRO DO SEU NEGÓCIO

Um software de gestão online pode facilitar bastante os processos do setor financeiro, pois consegue gerenciar diversas informações e centralizar tudo em um mesmo sistema. Alguns recursos disponíveis em um software de gestão que ajudarão a diminuir a inadimplência são:
  • Lançamento e gerenciamento de contas a receber;
  • Cobrança bancária automatizada;
  • Lançamento e gerenciamento de contas a pagar;
  • Acompanhamento das movimentações financeiras de entrada e saída;
  • Controle de cheques recebidos;
  • Análise no fluxo de caixa, quando possuir períodos negativos;
  • Prazo médio de pagamento;
  • Índice de inadimplência da empresa;
  • Alertas de vencimento das contas a receber;
  • Análises de contas a receber em atrasos.

Sua empresa está conseguindo receber os pagamentos em dia? Confiança é a chave para uma cobrança de sucesso. Ser um bom cobrador exige experiência e essa habilidade se conquista com o tempo. Com essas dicas esperamos tornar o processo de cobrança da sua empresa mais simples.

27 de Setembro de 2018

Tags:

inadimplentes cobrança